Acertos Grupocármicos

Teáticas interassistenciais segundo a Conscienciologia

A obra autobiográfica Acertos Grupocármicos, escrito pela pesquisadora Ione Rosa da Silva, a partir das próprias experiências, foi lançada no sábado, dia 08.05.21, momento em que a autora compartilhou com o público os fatos que a levaram a pesquisar a grupocarmalidade.

“Revendo e relendo meus registros me deparei com a vivência de diversos trabalhos assistenciais, percebi o quanto eram corriqueiros e que havia uma relação entre eles. Pensei então em juntar e organizar esses conteúdos, nascendo daí a motivação para escrever essa obra”, relata Ione.

Autora Ione Rosa (Foto: Editares)
Foto: Editares

A amiga, Marli Michelsen Andrade, que auxiliou Ione na construção da obra, acrescenta que a seleção dos inúmeros registros das experiências da Ione, tornou-se uma atividade de detalhismo porque eram muitos cadernos contendo registros extensos e muito ricos em conteúdo, e complementa dizendo que momentos muito interessantes fizeram parte do desenvolvimento do livro, com trocas de experiências e entrosamento das equipes extrafísicas, dela, da Ione e de outra amiga, a Jovilde Montagna, gerando gratidão pela interassistência ocorrida.

Na live de lançamento, Ione fala sobre a técnica que utilizou para os registros das autoexperiências, feitos ao longo da sua trajetória como autopesquisadora:

"Eu estou sempre atenta. Sempre ando com caderno e caneta porque para a mim a assistência é a qualquer momento. Eu acho que vem daí essa facilidade em entender e fazer autorreflexões. Por isso acredito que a melhor coisa na vida é a autopesquisa, é um leque que se abre para nós, é onde as ideias chegam e a gente começa a entender. E se a gente entende a gente compreende. E quando se compreende há uma satisfação íntima. Quanto mais eu busco isso, mais eu posso assistir."

Ione Rosa

Com essa gestação consciencial a autora expõe seu exemplarismo de persistência, disciplina e autorreciclagens, narrando, de maneira simples, a teática da interassistência vivenciada segundo os princípios do paradigma consciencial. Para ela, as questões estabelecidas através de laços cármicos e afetivos oferecem condições para a autossuperação de interprisões, favorecendo reconciliações e ganhos evolutivos.

“Hoje sou a melhor versão de mim mesma” aponta Ione.

Confira as declarações surpreendentes da autora nos links que segue: