Pular para o conteúdo

Colegiado da Conscienciologia concluiu o primeiro quinquênio

No mês de junho de 2021 a primeira equipe do Colegiado da Conscienciologia concluiu o mandato do período de 2016 a 2021. A passada de bastão foi de muito trabalho, contribuindo para a organização do processo sucessório.

Alcir Alves, Cristina Arakaki e Alexandre Balthazar, representando o Colegiado, do qual também fizeram parte os professores Málu Balona e Moacir Gonçalves (in memorian), além de Éverton Santos, Wildenilson Sinhorini e Hernande Leite, concederam entrevista destacando os pontos relevantes desse mandato inicial, além de elucidar sobre os eventos históricos ocorridos desde a apresentação do Verbete COLEGIADOLOGIA em 2012, que estabelece as diretrizes para atuação em equipe, a partir da igualdade de poder entre os membros, visando o cumprimento da sua missão.

Acompanhe também o Comunicado à CCCI sobre o processo eleitoral.

Entrevista realizada no dia 14 de julho de 2021

Considerando que, cada processo eleitoral propicia renovações, tanto para o sistema eleitoral quanto para os candidatos, visto que, enquanto uns encerram a missão e vão atuar em novas frentes, outros assumem novos desafios e prioridades, os leitores, agora também ouvintes do Jornal da Cognópolis, poderão conhecer os principais desafios ocorridos durante os primeiros cinco anos após a dessoma do professor Waldo Vieira, algumas demandas que chegaram e as relações do CDC com a comunidade conscienciológica.

Os integrantes eleitos e suplentes desse primeiro mandato foram escolhidos na eleição que ocorreu na data 24.06.2016. Na foto abaixo, durante a cerimônia de posse, estavam ausentes Francisco de Carvalho e Wildenilson Sinhorini.